domingo, 27 de março de 2016

"Conhecedores da Época"




  A cada período histórico a civilização humana tem passado por grandes transformações. Adventos em esferas diversas, portando expressivas particularidades ,as quais se tornaram integrantes da realidade individual e coletiva.
  Vive-se em uma sociedade transtornada pelas supostas evoluções: Frutos de uma colheita independente. Um mundo enclausurado nas facilidades  da comunicação rápida, da interatividade teclada,amor conveniente aos interesses próprios e até mesmo uma liberalidade pautada em  máscaras.
  Partindo da Escritura Sagrada, no texto de I Crônicas 12: 32 "{...}Destros na ciência dos tempos, para saberem o que Israel devia fazer, e todos os seus irmãos seguiam suas ordens." Nota-se homens comprometidos com a Verdade,de conhecimento multiforme convergente ao Criador do Universo.Observando as Crianças do presente século e o seu afã com a ciência, tecnologias inovadoras e sutilmente tendenciosa ao afastamento de Deus, urge a reflexão sobre os ensinamentos transmitidos aos filhos no contexto familiar. Considerando o exemplo, o amor ,e sobretudo a consolidação da vida de Cristo para uma "vindima" eterna e  os iminentes sinais de sua Vinda. Real ciência dos tempos.
  Deste modo, enquanto pais ,faz-se necessário  conhecer a pessoa de Cristo,ter comunhão com  Ele, segui-lo,guardar o ensino,compartilhar sua palavra e ser vigilante. Rotina de "bereano"!
 Importante ressaltar que, este dedo de prosa não busca anular os benefícios proporcionados pelas descobertas científicas. Todavia, o temor do Senhor ,traz justa medida para saber conviver com tais avanços.
 Logo, é importante discernir a época em que se vive: Cristo está as portas.



Escrito,

KAF
Mar.-2016


sábado, 13 de fevereiro de 2016

Um dia de Ouro



Tudo aconteceu em abril de 2001. Quando planejei viajar para Belo Horizonte  buscando conciliar o prazer de rever a parentela mineira e vivenciar o meu aníver em estilo céu azul. Na bagagem, um jeans, coturno off-road, mochila, minha moderna camiseta Hering(câncer de mama no alvo da moda) destinada a viver aventuras. 
O dia estava lindo. Tirei da mala a indispensável vestimenta desde a juventude, tomamos café, e assim, eu e meu primo pegamos o bus no terminal rodoviário da Metrópole Jardim, rumo à antiga Vila Rica. Logo na chegada pude sentir o ar diferenciado.Acompanhados por um Guia, realizamos uma caminhada pelas históricas ladeiras por onde passaram os inconfidentes, escravos e tantos outros vencedores. Visitamos os museus, vielas com flores e demais atrativos turísticos de uma época barroca aparentemente esquecida. Frutos da corrida do ouro aliada ao trabalho das mãos dos artífices. Presente recreativo na cor laranja das lembranças guardadas no baú colonial retomadas por um dinâmico Trio, e eternizado em curto espaço de tempo.
A hora da partida ,anunciou a volta à realidade 21. Com a certeza de ter os Peixes como minha segunda pele em novas proezas.

Escrito.

KAF,
VCA

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Wednesday:Um bom dia..............


Tomar um café expresso consiste em um bom motivo para palavrear.
 São passos de refrigério a caminho da Confeitaria,ausentes daquela neura de comer deliciosos quitutes e fatídica consequência de uns quilinhos a mais.
 Hoje, a pausa do dia foi na Confeitaria Amorim.Um dos espaços desta Cidade, separados por mim para o desenvolvimento das minhas aventuras pelo mundo da escrita.A quantidade de guardanapos como papel-improviso destinado ao 'escrito prosaico' será reduzida.Aqui, muitas letras correm  efusivamente nas veias,artérias e arteríolas do ser. Dia possível para vôo  livre como pássaros poéticos e, pousar neste lugar acolhedor fora da esfera doméstica portando sapatos confortáveis, básica camiseta azul cobalto,mochilão étnico e batom vermelho. Coisa de poeta!
 Ao saborear o café com sua   "crema", me expresso em prosa e faço chover alegria e saciedade  em pão de queijo  com carne seca.Regionalidade simples e  degustativa  proporcionando um turbilhão de emoções gastronômicas.Deste modo, para esquecer a conjuntura política do presente em um instante de  aprendizado estrutural e amoroso.
 Viver na pós-modernidade tem sido um desafio de perseverança. Perseverança em olhar firmemente para o Autor e Consumador da verdadeira Fé.

Escrito,

KAF
FEV./2016

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Um pouco de 2015 fora daqui................................


 Trabalhar com pessoas e para as pessoas. Como diz Kuhlmann, " O poeta labora".
O nosso labor foi no imaginário das crianças com música e sublime literatura.
As novidades para 2016 serão registradas no próximo post.
Muito joelho dobrado e coração rendido a Deus para que elas se concretizem com eficácia.

Com Poesia,

KAF



domingo, 10 de janeiro de 2016

2016 -Mudança


E começamos o ano alterando o nome do blog. Senti essa necessidade(pausas para risos).
Aos seguidores e amigos, abraço caloroso por nos acompanhar.E sempre que podem, passam por aqui,ancora o  seu barco,descansa os remos e  se dedica a leitura dos escritos. 
Apesar das poucas publicações(em 2015) nesta acolhedora casa, o  ofício da escrita continua na  ativa.Projetos lúdicos com muita musicalidade, história,pérolas e rimas.
Então, sigamos caminhando nesta trajetória 2016.Estou coladinha com os verbetes para inventar poética.

ANO NOVO TODOS OS DIAS!

Kaf- Em VIC/Jan.2016