quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Quatro Marias

Poesia e arte são fundidas por Deus que por misericórdia e graça usa as minhas mãos.
Após customizar algumas camisetas, saiu este poeminha com versos livres.


Não é Maria Fumaça,
Nem Maria Isabel.
Tão pouco Maria Lúcia,
Doce nome em poesia do Moraes escrita em papel.

Tem tecido e botões,
Maria na delicadeza
Carinho floral arteiro
Recado de amizade e beleza.

Maria,  é um nome comum
Mas, muitos  se esquecem
Que o Céu o elegeu de maneira excelente.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Amigo Secreto Diferente

Fonte:Pinterest



Nas minhas mãos marcadas pelas linhas do tempo,
Eis um pedaço de papel com um nome escrito sem tinteiro e pena.
Não sei se é mulher ou homem,
Ser humano secreto em cena.

Resolvi desconsiderar o parecer do poeta
Fazendo deste momento de revelação uma poesia
Sem antônimos ou palavra indireta,
Em uma caneca depositei amor e alegria para iluminar o teu dia.

Caros ouvintes e amigos seletos aqui presentes,
controlem a vossa curiosidade,pois o meu esforço é vão para contê-la neste poema
Ao(A) distinto(a) amigo(a) que almeja ter esta pequena lembrança em suas mãos para ficar contente,
Fica a dica,o exercício da palavra,  na companhia de uma boa caneca com café ou chá de alfazema.

Utilizo estas linhas com proatividade  e registro uma boa dádiva para o Novo Ano,
pois creio que talvez não será possível um abraço de 2014.
A vida neste mundo é passageira,portanto faça a escolha certa.
Jesus como teu Senhor e colírio para os teus olhos em todos os momentos.

KAF
VIC-Dezembro/2013