quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Salmo 365

Imagem:Poesianaredevic

Senhor,

Outrora vivi em cavernas escuras e frias

Castelos do quebrantamento.

Distante das lembranças suntuosas da corte,

Os cânticos eram meu alento.

Oh! Pobre,insano e miserável sou!

Como não pensei antes?

Não há crescimento sem dor,

Entrega total ausente de tormenta.

És puro,santo e podes trocar a minha vestimenta!

Sendo um vaso, preciso cada dia ser quebrado.

Por Tuas mãos ser remodelado

Para que Tua glória prevaleça.

E toda a Terra reconheça o Teu favor

Ajoelho e rendo-me a Tua grandeza

Pois a Tua vida é a única certeza,

Do Teu imensurável amor.



KAF/VIC-2010


*Base/Inspiração: O Perfil de Três Reis : Gene Edwards

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar.
Poetizar é preciso e embeleza a vida.
Abraços,KAF