quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Versos para hoje


Imagem:http://br.olhares.com/


Insisto em falar das flores
Resgate da simplicidade
Ternura escondida em sementes
Identificação da minha alma .

Obrigada Senhor, porque posso contemplar as flores.

KAF-VIC/2009

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

*Sugestão aceita: Controvérsia

Imagem:Google



O homem dispara a própria morte em troca de sustento
Fama e fome parecem não eleger endereço
Retrato de sujeito-objeto na sociedade desenvolvida
Rosto com nome tem preço

Linguagem formal ou meias palavras,
Verás que ser produtivo é “discurso das antigas “
Choro de peão embalado em produção seriada
Procela de Colarinho azul com lugar conquistado

Verdades são dilemas entrelaçados em tripalium modernista,
Pois a tela plana não permite o brilho do pôr - do –sol
Arquivos como clausuras de esperanças
Abismos distantes da mais-valia silenciando o rouxinol .


KAF-VIC/2009
*Leitora em potencial desde os primeiros versos: Minha mãe Dísia

domingo, 6 de setembro de 2009

Setembrina

Imagem:http://br.olhares.com/

O meu vestido para receber Setembro,
Não tem vestígio de tristeza
Escolha prévia no guarda-roupa do meu âmago
Cores seletas e pureza

Tem mangas de moça prendada
Saia rodada de convivência
Fitas e laços de expressão como cenário para arte cênica
Ciranda florida companheira da inocência

Nos pés, rastros de liberdade
Na cabeça, pensamento cromatizado
Composée de Tetéia e acessórios de Mulher apurada
Pontos tecidos no tear do proletariado.

Assim, em sonho profundo me despeço,
De olhos bem abertos , aconteço
Dualismo de outono e primavera
Norte de Vivaldi proclamando célere e sinfônico recomeço.

É Primavera!

KAF/VIC-2009