quinta-feira, 7 de maio de 2009

Doce Encontro



O eu escondido

O eu revelado

Em retratos no espelho,

Que jamais seriam quebrados


Marcas de um tempo impossível de esquecer

Pois a alegria era curta e o céu tão distante

Sonhos perdidos, promessas quebradas

Esperança de vida lançada ao acaso.

Procurando uma resposta para viver

Tentei entender o sentido da liberdade


Encontrei em Jesus a oportunidade

Para transformar esta triste realidade

Entreguei a Ele minha vida e confiei de todo o coração

Renunciei os atalhos,

Suas palavras se tornaram minha bússola, minha canção.


Kaf e Mari /VIC-Maio-2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar.
Poetizar é preciso e embeleza a vida.
Abraços,KAF