terça-feira, 7 de outubro de 2008

Lentes Machadianas



Os seus olhos não possuem mais a visão de outrora.
Ora vividos e inquietantes, ora românticos e realistas
Tornou-se Casmurro pela ação do tempo!
Retratos congelados em Memorial de Aires nos livros de literatura Brasileira.

Entretanto,a mão continua sendo o alicerce do sonho
expresso no contorno das letras.
E a luva, a força motriz que o alimenta.
Faz art-nouveau no cerébro da geração XXI
no intento de irradiar em redações criativas o efeito multicor das Crisálidas dos sentimentos .

O que importa é abdicar as Relíquias da Casa Velha
e contemplar a psiquê de Helena sem Protocolo.
Na certeza do apreço e cantilenas literárias distantes.
Sim, distantes de registros aleatórios que transformam escritos em Páginas Recolhidas.

Procurou transcrever a percepção multifacetada do viver
Cenários projetados em Contos fluminenses
Histórias divergentes da performance Americana
De Brás a Cubas, com estilo e elegância naturalmente Brasilis.




VIC,07 /10/08-Kaf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por nos visitar.
Poetizar é preciso e embeleza a vida.
Abraços,KAF