segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Palavras


Palavras são como flores
Aliviam as dores.
Palavras são como gelatina
Acariciam e fortalecem o paladar.

Composta por oito letras
transformam emoção processual em sílabas.
Destila graça sob a luz dos encontros palavrálicos
Proferidas com sabedoria são convertidas em ouro;
Falsa, é como espada desembanhada
reflete os hiatos do coração.

Nesta noite de sábado as palavras transpiram
Vocábulos poéticos outrora inertes.
Cerceadas por jogos hidráulicos, emergem centelhas de esperança
Motivação notívaga de poeta conquistense.
VIC,Kaf/08/08

sábado, 23 de agosto de 2008

Meus primeiros versos


Meu olhar decadente...

Não quero ser igual a Tiradentes

Que arrancava o dente de toda a gente.


Kaf/1980

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Na Rede



Convido você a poesiar.
Na web, no mundo real, nos teus sonhos.
Hoje, o tempo não espera!
Insiste em despertar letras guardadas.
Palavras escondidas em um coração juvenil.


A arte da escrita é como uma trama

Composta por sistema binários ou por clichês cibernéticos.
Prenúncio usual de fim de semana
Que vai se transformando em grãos dilacerados pelos downloads da zona urbana.


Pensei muito e quase cai na realidade
Variedade das formatações concretas
atualizando as ferramentas poéticas
Para espalhar na tua rotina ícones de beleza,
Pois a vida é linda quando se tem palavras.

Kaf/VIC-2008


BEM -VINDO AO POESIA NA REDE!